Pages Navigation Menu

Conheça a Consagração Total

Print Friendly

A Consagração Total a Santíssima Virgem, pelo método de São Luis Maria Montfort, é apresentada no seu livro “Tratado da Verdadeira Devoção a Santíssima Virgem”. São João Paulo II a viveu e a testemunhou, com o lema “Totus Tuus” (“Todo Teu”, Todo de Maria).

É uma devoção cristocêntrica, diz João Paulo II, pois “por Maria, vamos a Jesus” (São Luis Montfort).

Queres também ser todo (a) de Maria?

Temos à disposição?

  • Clodoaldo

    Paz de Cristo!
    Padre
    Boa tarde
    Gostaria de tirar uma duvida com o senhor a respeito da consagração a Santíssima Virgem Maria.
    Ouvir dizer que, para uma mulher se consagrar a Santíssima Virgem Maria ela precisa parar de usar maquiagem, não pode usar mais calça somente saias, não pode usar blusinhas, usar brincos e etc…
    Gostaria de saber se isso é verdade, pois possuo amigas que por causa dessas exigências estão com um pouco de receio, pois algumas são impedidas de seguir essas regras por causa de seus empregos.

    • Equipe de Organização

      Olá Clodoaldo, a Paz de Cristo!

      Não somos o padre Paulo Ricardo, somos um grupo de leigos que sob sua orientação busca a divulgação da devoção e Consagração à Nossa Senhora pelo método de S. Luís Montfort. Esperamos poder ajudar em sua questão.
      Quanto ao assunto levantado, podemos dizer que o que relata não consta no Tratado da Verdadeira Devoção à Virgem Maria. Orientamos que se atenha ao método proposto pelo Santo e não em rumores.

      Em relação as nossas vestimentas, como expressão externa de nosso ser, devemos nos ater, da mesma forma que qualquer outro católico (consagrado ou não), ao que nos obriga as virtudes da modéstia e do pudor.

      Sobre o assunto o padre Paulo Ricardo gravou um Parresía:
      http://padrepauloricardo.org/episodios/pudor-e-modestia

      Indico também a leitura dos parágrafos 2520 até 2533 do Catecismo da Igreja Católica. Destaco dois (2521 e 2522):

      “§2521 A pureza exige o pudor. Este é uma parte integrante da temperança. O pudor preserva a intimidade da pessoa. Consiste na recusa de mostrar aquilo que deve ficar escondido. Está ordenado castidade, exprimindo sua delicadeza. Orienta os olhares e os gestos em conformidade com a dignidade das pessoas e de sua união.
      §2522 O pudor protege o mistério das pessoas e de seu amor. Convida à paciência e à moderação na relação amorosa; pede que sejam cumpridas as condições da doação e do compromisso definitivo do homem e da mulher entre si. O pudor é modéstia. Inspira o modo de vestir. Mantém o silêncio ou certa reserva quando se entrevê o risco de uma curiosidade malsã. Torna-se discrição.”

      Diga a suas amiga que elas tem que se vestir com modéstia como qualquer verdadeira católica. Isso decorre da moral católica e não da Consagração. Indique que assistam esse Parresía que lhe mostrei. Ele orienta, com base em uma gradação escolástica, quais regiões de nosso corpo exercem uma maior atração no sexo oposto. Essas regiões devem ser cobertas para que as pessoas possam conhecer quem somos realmente e não serem ofuscadas com a atração que nossos corpos exercem. Esse conhecimento corporal é coisa reservada a uma sociedade de vida em que há um compromisso de amor perpétuo, que é o matrimônio. Só assim temos assegurada nossa dignidade de pessoa, e não corremos o risco de sermos tratados como meros objetos, que hoje gosto e amanhã descarto.

      Esperando ter ajudado, subscrevo-me em Cristo,

      Rodicrisller Rodrigues.

    • FLAVIA

      São Luís Maria nos ensina que
      a verdadeira devoção a Santíssima Virgem exige da alma mais
      sacrifícios por Deus e a esvazia de si mesma e do seu amor próprio.
      Esta conserva a alma ainda mais fiel na graça e a graça nela. Ela
      também a une mais perfeitamente a Jesus Cristo, é mais gloriosa
      para Deus, mais santificante para a alma e mais útil ao próximo
      (cf. TVD 118).

  • Equipe de Organização